Ir para Home Português (Brasil) | Alterar
 
Notícias | 2010 Você está em: Home > Imprensa > Notícias > ERP da Millennium automatiza produção de...
05
JUL
Compartilhe
Bookmark and Share
ERP da Millennium automatiza produção de cinco grifes da Banana Danger.

Millennium Business suporta ampla grade de produção de grupo focado em vestuário infantil, que gera no total 400 mil peças/ano; ERP moderniza ambiente de TI e ajuda a dobrar produtividade ainda em seu primeiro ano de implantação.

O grupo Banana Danger, responsável por grifes multimarca focadas em vestuário infantil e infanto-juvenil, produz em sua fábrica em Indaiatuba, interior de São Paulo, aproximadamente 400 mil peças por ano, todas baseadas em 500 modelos exclusivos que compõem as duas coleções anuais da empresa. Esse ritmo de produção é voltado para suprir o estoque das revendas em todo o Brasil, o que exige que o grupo mantenha uma rede de 27 representantes comerciais espalhados pelo País.

Toda essa estrutura de produção e vendas da Banana Danger sempre teve o apoio da tecnologia ao longo de seus quase 30 anos de atuação no mercado. Há aproximadamente 10 anos, para substituir sistemas antigos baseados em DOS e potencializar a gestão dentro da fábrica, automatizando processos como faturamento e controle da produção, o grupo firmou parceria com a Millennium Network – desenvolvedora de soluções ERP's corporativas para a indústria e o varejo dos setores de moda e vestuário.

 
Veja Também
Contato Imprensa

Banco de Imagens

De lá para cá, a Millennium vem criando ferramentas e soluções de ERP de acordo com novas necessidades da Banana Danger. Uma delas tem como ponto focal o Millennium Business, ERP implantado para suportar uma ampla e complexa grade de produção. Com isso, o sistema ajudou a potencializar a administração das grifes, aprimorar o acompanhamento das vendas, prestar apoio à logística de distribuição e suprir a demanda por relatórios mais completos e abrangentes.

Produtividade

A solução da Millennium está 100% integrada aos processos de produção e, somente no primeiro ano de adoção, ajudou a Banana Danger a dobrar seu ritmo anual de produção, de 40 mil para 80 mil peças. Ao longo da parceria, o sistema acompanhou o crescimento do grupo, que hoje produz anualmente 400 mil peças e conta com mais de 30 usuários simultâneos do ERP, com acesso controlado a diferentes níveis – desde gerentes de produção e representantes de venda até técnicos da estamparia.

O Millennium Business também gera relatórios específicos, informando em tempo real o volume de peças que circula em cada setor da linha de produção. “O sistema nos deu o controle que faltava, já que tínhamos espaço para crescer internamente”, explica Sérgio Henriques Fernandes, proprietário da Banana Danger. Ele aponta como principal diferencial do aplicativo o suporte à larga grade de produção. Isto, segundo Fernandes, é crucial devido ao foco do grupo em vestuário infantil, o que exige que as peças tenham uma grande variedade de especificações, tais como tamanho, corte, cor, estampa, bordado e acabamento.

A Banana Danger possui mais de uma grife infantil para roupas destinadas a diferentes faixas etárias: Banana Baby, para bebês com até 24 meses; Banana Kids, voltada para primeiros passos, com tamanhos de 1 a 8; e a homônima Banana Danger, focada na faixa dos 8 aos 18 anos. A empresa ainda possui as marcas Rota 445, com peças mais casuais, e Alquimista, voltada para o público adulto.

Segundo Fernandes, todas as grifes da Banana Danger são gerenciadas pelo ERP. “O Millennium Business permite administrar todas essas marcas a partir de uma única plataforma. É possível controlar dados específicos de cada uma delas sem que seja necessário acessar mais de uma ferramenta”, diz.

ROI

O Millennium Business ajudou a verticalizar o ambiente de TI da fábrica da Banana Danger, a partir da especialização do aplicativo na gestão de múltiplas tarefas de produção. Além de ampliar a eficácia dessas atividades, o ERP também é capaz de administrar um volume infinito de vendas – fator que ajudou o grupo a atingir o ROI em um curto prazo. “Foram seis meses para a implantação e menos de um ano para começarmos a ter o retorno sobre o investimento na tecnologia”, relata Fernandes.

A alta flexibilidade do Millennium Business permite optar entre controlar ou não o estoque da matéria-prima, entre outras tarefas, explica o proprietário da Banana Danger. É possível também selecionar parâmetros para identificar parceiros de venda – por exemplo, não inadimplentes, localizados no Rio de Janeiro e com vendagem de um determinado volume de peças.

“O projeto na Banana Danger gerou resultados importantes em termos de automação completa das atividades de produção na fábrica, além de tornar a gestão mais abrangente. Isto demonstra o grande potencial do Millennium Business para modernizar ambientes de TI nas fábricas de confecção”, explica Rodrigo Motono, Diretor Comercial da Millennium Network. “Estamos complementando a integração do ERP aos processos de produção com a adequação do grupo às normas da Nota Fiscal Eletrônica, etapa com conclusão prevista para julho”, relata.

Outras grifes infantis

A Millennium também fornece sistemas de gestão a outras empresas do mercado de vestuário infantil. Estão entre essas grifes Ykz, Camú Camú, Jujuba Carola, Pupi, Yellow Bug, Liliputi, Grafite, Bebê Moderno, Beth Bebê, Upi Ulli, Hommer, Kinner e Siriri.

Millennium Network no Brasil topo

TM e copyright © 2010 Millennium Network(tm). Todos os direitos reservados.
"M" com triângulo é marca registrada Millennium Network(tm).

Feedback